1/2

CÓRREGO CABRINHA

Você sabe o que é uma Requalificação da Paisagem?

Para diminuir a força e velocidade das águas de chuvas fortes e, consequentemente, o seu poder de degradação, foi desenvolvido um arranjo com as pedras existentes, que formam pequenas bacias, posicionadas em degraus no trecho da nascente do Lago Cabrinha. Essa técnica ajuda a evitar erosões e deslizamentos de terra das margens, diminuindo o processo de assoreamento do córrego e dos lagos. 

As espécies vegetais utilizadas foram especialmente pensadas para dar maior estabilidade às margens e para melhorar a qualidade da água, por meio da fitorremediação. A vegetação ao longo do córrego ajuda a manter a temperatura adequada da água, estimulando a troca de nutrientes e a preservação da vida aquática. 

Para diminuir a força e velocidade das águas de chuvas fortes e, consequentemente, o seu poder de degradação, foi desenvolvido um arranjo com as pedras existentes, que formam pequenas bacias, posicionadas em degraus no trecho da nascente do Lago Cabrinha. Essa técnica ajuda a evitar erosões e deslizamentos de terra das margens, diminuindo o processo de assoreamento do córrego e dos lagos. 

As espécies vegetais utilizadas foram especialmente pensadas para dar maior estabilidade às margens e para melhorar a qualidade da água, por meio da fitorremediação. A vegetação ao longo do córrego ajuda a manter a temperatura adequada da água, estimulando a troca de nutrientes e a preservação da vida aquática. 

Sobre o projeto:

A intervenção do córrego Cabrinha conta com a instalação de estruturas rochosas para diminuir a energia da água escoada pelas galerias convencionais de água provinda das chuvas e o plantio estratégico de determinadas espécies vegetais que, por meio da fitorremediação, podem amenizar a poluição difusa que atinge o corpo d’água. Essas soluções pretendem evitar erosões e deslizamentos de terra das margens, deter o assoreamento do rio, melhorar a qualidade da água e fortalecer o parque linear como um espaço de lazer cada vez mais reivindicado pela população do seu entorno.

 

É uma parceria entre a Prefeitura de Londrina e ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade, no âmbito do projeto INTERACT-Bio, projetada e executada pela Guajava Arquitetura da Paisagem e Urbanismo. 

Corte transversal
Corte transversal

Corte mostra a acomodação das pedras nas margens do córrego.

press to zoom
Corte transversal
Corte transversal

Corte mostra a acomodação das pedras nas margens do córrego.

press to zoom
1/1

Corte transversal - alocação das pedras

Corte longitudinal
Corte longitudinal

Corte mostra acomodação das pedras, apoio do tronco de aroeira e conformação de step pools

press to zoom
Corte longitudinal
Corte longitudinal

Corte mostra acomodação das pedras, apoio do tronco de aroeira e conformação de step pools

press to zoom
1/1

Corte Longitudinal aproximado - alocação das pedras

Corte Longitudinal humanizado - alocação das pedras

05.10.2021_LONDRINA_plantio_04
05.10.2021_LONDRINA_plantio_04

press to zoom
28.09.2021_LONDRINA_antes
28.09.2021_LONDRINA_antes

press to zoom
05.10.2021_LONDRINA_pre_plantio
05.10.2021_LONDRINA_pre_plantio

press to zoom
05.10.2021_LONDRINA_plantio_04
05.10.2021_LONDRINA_plantio_04

press to zoom
1/20

Sobre o INTERACT-Bio:

O projeto INTERACT-Bio visa integrar a biodiversidade e os serviços ecossistêmicos ao planejamento urbano, à gestão territorial e aos projetos de infraestrutura urbana. Implementado no Brasil, Índia e Tanzânia, o INTERACT-Bio é financiado pelo Ministério Federal Alemão do Meio Ambiente, Conservação da Natureza e Segurança Nuclear (BMU) através da Iniciativa Internacional do Clima (IKI). No Brasil, o projeto é implementado nas regiões metropolitanas de Campinas, Belo Horizonte e Londrina. 

(2021)  FICHA TÉCNICA

PROJETO: Requalificação das margens do Córrego Cabrinha

LOCAL: Rua Martim-Pescador, Londrina

ÁREA: 13.335 m² 

BACIA: Bacia do Ribeirão Lindóia